1b

Bolivia TRINIDAD catalunia Angola portorico dominica Chile México India Israel malasia noruega Australia Mozambique colombia Equador Camboya Bulgaria Romenia Costa Guatemala Polonia Lanka Suiza Vietnam Panama Finlandia Belgica Tailandia Bhutan San Domingo Peru

terça-feira, 14 de julho de 2015

Tecnologias de Ponta: Prepare-se para Morar em um Edifício Voador

Tecnologias de ponta inspiraram uma proposta arquitetônica revolucionária, que prevê a construção de edifícios capazes de ficarem suspensos eletromagneticamente diante de ameaças sísmicas e inundações.
Recentemente, Greg Henderson, fundador da empresa Arx Pax, trabalhou com um grupo de inventores para desenvolver o que ele chama de “Magnetic Field Architecture” (MFA, ou “Arquitetura de Campo Magnético”, em português), um tipo de tecnologia eletromagnética que faz com que os objetos levitem.
A ideia já foi testada com a criação de skates voadores, como o hoverboard, o famoso aerodeslizador de “De Volta para o Futuro” veja a matéria abaixo:

Famoso skate voador de "De Volta para o Futuro II" já é uma realidade
O caso do famoso skate voador de Marty McFly, em “De Volta para o Futuro II” é, certamente, umas das tecnologias da ficção científica que mais geraram obcecados no mundo desde a década de 80. No filme, a realidade do ano de 2015 tornou possível a existência de um skate que funciona por levitação, e a tecnologia de Hollywood permitiu que fossem feitas cenas memoráveis de ação.
Hoje – na verdade, um ano antes do mítico 2015 do filme –, o skate que levita é praticamente um fato. A empresa Arx Pax desenvolveu uma tecnologia inovadora de levitação por campos magnéticos, com o objetivo de torná-la acessível ao público em geral. Naturalmente, um de seus primeiros projetos é nada menos que um skate voador, que, embora tenha algumas limitações, já pode ser suspenso sobre o solo através de um campo magnético. A prancha alcança aproximadamente três centímetros de elevação, e, mesmo que seja possível deslizar sobre ela, a verdade é que seu domínio ainda é um pouco complicado, além do fato de só poder ser usada sobre superfícies condutoras, como o cobre.
Trata-se de um projeto autofinanciado, em que qualquer pessoa pode investir até 10 mil dólares para se tornar dona de um dos primeiros skates construídos, que será entregue em outubro de 2015.
Não deixe de assistir ao skate de 'De Volta para o Futuro' em ação:


Um sistema muito parecido ao princípio aplicado nos trens de alta velocidade Maglev, veja o vídeo abaixo:

Em uma entrevista para a revista Forbes, Henderson afirmou que “a ideia surgiu da tentativa de conseguir levitar os edifícios durante terremotos. Todos os padrões que eu estava procurando correspondiam a objetos em movimento. Por isso me perguntei: por quê? Se posso fazer com que um trem levite, por que não uma casa?” De acordo dom ele, a técnica é muito similar ao princípio das mesas do hóquei de ar, embora com um funcionamento inverso, que se dá através do eletromagnetismo e da lei de Lenz.
A empresa prevê a construção de edifícios sobre uma enorme prancha de cobre, ou alumínio, com ímãs. Diante da ameaça de um terremoto, os eletroímãs se ativariam para descolar ligeiramente o edifício do solo, evitando assim as consequências de um tremor.
Fontes: 
Mais um post by: UFOS ONLINE

Nenhum comentário:

Postar um comentário