1b

Bolivia TRINIDAD catalunia Angola portorico dominica Chile México India Israel malasia noruega Australia Mozambique colombia Equador Camboya Bulgaria Romenia Costa Guatemala Polonia Lanka Suiza Vietnam Panama Finlandia Belgica Tailandia Bhutan San Domingo Peru

terça-feira, 14 de julho de 2015

ET, telefone, Terra! Nunca Estivemos tão Perto de Encontrar Vida Extraterrestre

ET, telefone, Terra! Nós podemos estar à beira de responder uma das perguntas essenciais da humanidade: há vida extraterrestre? Mais do que isso: há vida extraterrestre inteligente?
Segundo alguns cientistas do projeto The Search for Extraterrestrial Intelligence – SETI (A busca por inteligência extraterrestre, em português), os próximos anos prometem ser aqueles em que vamos finalmente resolver a questão. “Podemos achar um sinal extraterrestre a qualquer momento. E a busca vai ficar melhor conforme a tecnologia avança. Nos próximos vinte anos, devemos ser capazes de olhar atentamente para cerca de um milhão de estrelas para detectar sinais de civilizações avançadas, e isso é um grande número, suficiente para ter uma chance razoável de encontrar inteligência no cosmos, se ela realmente está lá fora e tentando fazer contato”, afirma Douglas Vakoch, diretor de Composição de Mensagens Extraterrestres do SETI.

Além de mais investimento na área, os cientistas do projeto afirmam que o que falta para encontrarmos vida inteligente lá fora é justamente um maior alcance nas buscas. “Precisamos aumentar drasticamente a nossa cobertura do espaço”, aponta o engenheiro espacial Paul Shuch. “E faremos isso colocando online muito mais estações de observação, monitorando uma parcela mais ampla do espectro eletromagnético e coordenando mutuamente para fornecer uma verificação independente dos potenciais sinais de vida extraterrestre”.

Múltiplas possibilidades

Os cientistas do SETI são otimistas, salvo algumas exceções. A esperança é que, com o avanço da tecnologia e o aumento no campo de visão, o contato com vida fora da Terra aconteça nas próximas décadas. Vakoch explica que existem três maneiras de encontrarmos vida extraterrestre neste período de tempo.
“À medida que exploramos os planetas e luas do nosso sistema solar, podemos encontrar evidências de vida microbiana perto de casa. Por outro lado, conforme as nossas capacidades para a detecção de atmosferas de planetas em órbita de outras estrelas melhoram, podemos encontrar condições para a vida nesses mundos distantes. E como usamos radiotelescópios para procurar sinais de civilizações avançadas através do SETI, podemos encontrar os sinais reveladores de tecnologias alienígenas. Com empenho e financiamento suficiente, qualquer uma das três abordagens poderia ter sucesso em 2035”, prevê.

A NASA também estima que as próximas duas décadas serão importantes para o campo da descoberta de ETs, embora talvez não de forma tão dramática quanto os filmes de ficção científica nos fizeram acreditar. “Ninguém sabe quando vamos encontrar vida extraterrestre, obviamente. Mas com base na velocidade das nossas buscas no SETI, eu previ há cinco anos, em uma palestra e um artigo, que nós poderíamos encontrar um sinal que prove a existência de inteligência extraterrestre dentro de duas dezenas de anos. Mais recentemente, a NASA disse a mesma coisa, mas se referindo à ‘vida’, não ‘vida inteligente’. Eu suspeito que eles estão apostando mais fortemente em encontrar evidências de vida microbiana no sistema solar”, explica o astrônomo Seth Shostak, diretor do SETI. 
Ative a legenda com tradução nos Vídeos.
Fonte:http://hypescience.com 
Mais um post by: UFOS ONLINE

                                             Veja os Vídeos Abaixo:


                                          Fonte:DOCUMENTARY TUBE


                                               Fonte:Planetamisterio

Nenhum comentário:

Postar um comentário