UFOS ONLINE - Todos os dias notícias sobre UFOs, OVNIs e Extraterrestres UFOS ONLINE: 'Raio Da Morte' de Nikola Tesla: O Dispositivo Projetado Para Acabar Com as Guerras

1b

2

1

quinta-feira, 19 de maio de 2022

'Raio Da Morte' de Nikola Tesla: O Dispositivo Projetado Para Acabar Com as Guerras

Não é segredo para ninguém que Nikola Tesla é possivelmente o maior gênio que a humanidade já teve. No entanto uma de suas invenções ainda paira na linha tênue entre mito e realidade: O 'Raio da Morte'. 

Existem documentos que mencionam o 'Raio da Morte' de Nikola Tesla, que o descreve como uma arma capaz de realizar ataques a centenas de quilômetros de distância. 

Mas além de sua palavra ou da mídia, alguns também afirmam que ele estava mesmo em negociações com a Grã-Bretanha para vendê-lo por 30 milhões de dólares, porém nunca foi visto um plano ou um arquivo que falasse sobre essa máquina incrível. 

O Raio da Morte com o qual Tesla Acabaria Com As Guerras 
Ilustração do Raio da Morte. Crédito: 
Public Domain/Wikimedia Commons 

"Minha invenção exige uma grande instalação, mas, uma vez estabelecida é possível destruir tudo em um raio de 322 km, sejam homens ou máquinas." 

Isso foi anunciado pelo próprio Nikola Tesla na Liberty Magazine. Vale ressaltar que no final de 1908 o mundo ficou chocado com Robert Peary e sua tentativa de chegar ao Pólo Norte. Qualquer um que quisesse dar declarações sobre invenções ou feitos incríveis teve o momento certo. 

Segundo o psicanalista Fred Lipschitz como escreveu em seu livro De repente foi dessa forma que Tesla quis expor conclusivamente que havia inventado um dispositivo capaz de transmitir energia para todo o mundo. 

De fato, o impacto foi tamanho que os Estados Unidos também demonstraram grande interesse pela invenção que, segundo o gênio, poderia acabar com todas as guerras como eram conhecidas. 

Na década de 1920 vários outros inventores alegaram ter inventado um raio da morte com o qual poderiam destruir aviões a grandes distâncias e muito mais. Mas nenhum mostrou algo que pudesse realmente funcionar. 

Transmitir grandes quantidades de energia sem condutores era um campo conhecido por Tesla há 20 anos. E ele teve muito sucesso nisso. 

Em 1917 durante a Primeira Guerra Mundial  ele se atreveu a sugerir que se revelasse os detalhes do "megaprojeto" que tinha em mente os militares poderiam usá-los para "aumentar o horror" nas tropas inimigas. 

No entanto ele também disse que seu uso pode levar à morte, incêndio e explosão causados ​​a grandes distâncias por "máquinas silenciosas". Ele assegurou que no dia em que fossem usados as guerras terminariam . 

Teleforce Era real? 

Poucos dias após sua morte a Inteligência dos Estados Unidos apreendeu dois caminhões com pertences da Tesla. Embora o FBI negasse ter levado quaisquer documentos. 

No entanto um dos arquivos da CIA desclassificados mostrava uma narrativa de quem fez isso e como. 



Carta desclassificada que foi endereçada ao primeiro diretor do FBI. 
Crédito: Yúbal Fernández/Xataka 

Para o governo qualquer anotação ou documento feito por Tesla era de extrema importância principalmente depois de tudo o que havia sido dito sobre o "Teleforce", nome dado pelo sérvio. 

Embora o inventor tenha defendido o valor científico de sua invenção tentando afastá-lo de seu lado guerreiro. Ele insistiu que deveria ser usado para manter a paz no mundo. 

Em um documento desclassificado que foi endereçado a Edgar Hoover o primeiro diretor do FBI é feita referência a um artigo do New York Times sobre raios. 

"Se baseado em fatos comprovados deve ser de vital importância para o nosso Departamento de Guerra, bem como para outras nações agora controladas por ditadores loucos". 

A vigilância constante de Tesla também foi recomendada para evitar que governos estrangeiros o "sequestrem" para obter seus segredos. Hoover respondeu agradecendo a informação assegurando que levaria a proposta em consideração. Embora não esteja claro se foi realmente realizado ou não. 

Tesla é suspeito de destruir toda a documentação do Teleforce antes de sua morte em 1943. Ele acreditava que sem sua supervisão o mundo poderia estar em perigo se o raio caísse em mãos erradas. 

Pensa-se que quando o FBI apreendeu seus documentos não encontrou planos, notas ou qualquer coisa que se referisse ao raio. Algo estranho desde que o sérvio deu entrevistas públicas sobre isso. 

A Tentativa de Venda Para a Grã-Bretanha 
Artigo de jornal que fala sobre o Raio da Morte. 
Crédito: Lehman Guns Research

Muitos meios de comunicação citaram o interesse do FBI na invenção de Tesla ignorando o fato de que uma nação estava em negociações para sua venda. 

Em um dos documentos desclassificados é mencionado que o inventor tentou vender o 'RAIO DA MORTE' para a Grã-Bretanha como uma arma capaz de "defender qualquer país por menor que fosse". Incluindo a descoberta de "bolas de fogo" que foram geradas a partir de eletricidade. 

Menciona-se como Tesla descobriu esse fenômeno, praticamente por acaso enquanto experimentava em Colorado Springs em 1899. A partir desse momento ele continuou a desenvolvê-lo. Também explica como ele tentou vendê-lo por US$ 30 milhões. 

Tesla ofereceu o produto como uma arma que os protegeria de qualquer inimigo que se aproximasse, fosse por mar, terra ou ar já que não havia defesa que pudesse resistir a ele. No entanto os europeus não se interessaram pela ideia quebrando o sonho de Nikola Tesla de demonstrar o alcance de uma de suas maiores invenções.

Atualmente o 'Raio da Morte' de Tesla continua a ser considerado por alguns como um simples mito. Obviamente esse ceticismo é sustentado pelo fato de que nada foi encontrado que se refira a essa arma, além das declarações do inventor e da mídia. No entanto duvidar da palavra de tal gênio parece impensável...

Ajude o blog a crescer, DOAÇÕES PIX ajude com qualquer Valor: Email do PIX: rrroehe@gmail.com

Mais um post by: UFOS ONLINE

                                                Veja o Vídeo Abaixo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário