UFOS ONLINE - Todos os dias notícias sobre UFOs, OVNIs e Extraterrestres UFOS ONLINE: Pentágono Desenvolve uma Tecnologia que Prevê o FUTURO "Minority Report é Real"

1b

2

1

quinta-feira, 5 de agosto de 2021

Pentágono Desenvolve uma Tecnologia que Prevê o FUTURO "Minority Report é Real"


Em 1999 Steven Spielberg estava trabalhando na adaptação para o cinema de "The Minority Report" um conto escrito por Philip K. Dick em 1956. A história original falava de um futuro no qual computadores analisavam visões de 3 indivíduos especiais e transformavam seus dados em informações acionáveis ​​usadas para impedir crimes antes que eles acontecessem exibidas em cartões perfurados.

Embora a tecnologia de Dick não pareça tão boa agora ela foi revolucionária naquela época. Quando Spielberg e Tom Cruise começaram a trabalhar no projeto perceberam que precisavam voltar no tempo para onde a ciência que representariam pareceria inovadora e nova para o público que assistisse ao filme em 2002. Para isso ele se reuniu com as pessoas mais inteligentes e progressistas do momento para prever o nosso futuro. Pessoas como o cientista da computação Jaron Lanier o autor Douglas Coupland, Neil Gershenfeld do MIT, Shaun Jones da DARPA o futurista Peter Schwartz e muitos outros se reuniram para ajudar a prever a tecnologia 50 anos no futuro. No entanto a visão de Philip K. Dick do futuro distópico tornou-se realidade novamente.

Minority Report é Real
O Pentágono está experimentando um sistema de inteligência artificial (IA) que permitirá aos militares dos Estados Unidos prever com precisão o futuro e "vê-lo com dias de antecedência". O Global Information Dominance Experiment (GIDE) pode prever as ações de qualquer inimigo potencial, dizem os especialistas do Pentágono. Por exemplo se houvesse movimentos de tropas chinesas ou submarinos russos a IA poderia funcionar para prever onde eles provavelmente seriam implantados.
Os Estados Unidos poderiam então desdobrar suas forças para deter qualquer ato hostil em potencial diz o Pentágono. Seus experimentos estão levando a IA para o reino da ficção científica, como mostrado no filme Minority Report no qual uma unidade especial da polícia pode prender assassinos antes que cometam seus crimes. Glen VanHerck, comandante do Comando Norte dos Estados Unidos (NORTHCOM) e do Comando de Defesa Aeroespacial da América do Norte (NORAD) disse que a tomada de decisões possibilitada por inteligência artificial pode permitir que a capacidade de ver dias de antecedência cria uma decisão espacial segundo o portal The Drive.

Explicou que o "espaço de decisão" permite-lhe como comandante operacional potencialmente posicionar forças para criar opções de dissuasão e informar o secretário ou mesmo o presidente. Embora não tenha mencionado a Rússia e a China diretamente ele disse que o foco do trabalho pioneiro da inteligência artificial foram os "dois concorrentes" nos Estados Unidos. Os dados coletados em todo o mundo são compartilhados em uma nuvem e podem ser processados ​​em alta velocidade usando IA. Isso permitirá que as forças dos EUA avancem e se posicionem para a derrota de qualquer oponente.

Prevendo o futuro
Então os comandantes poderão agir mais cedo e deter o inimigo. Simplificando a inteligência artificial prediz os passos de qualquer oponente. E se adicionarmos o Projeto Stargate a esta nova tecnologia  então nos deparamos com o verdadeiro “Minority Report” .
Durante o período tenso da Guerra Fria o governo dos Estados Unidos implantou uma nova arma poderosa contra a União Soviética: os médiuns. Em um projeto altamente classificado conduzido em um laboratório de pesquisa da Califórnia na década de 1970 e mais tarde em uma base do Exército em Maryland a CIA, o Exército e a Agência de Inteligência de Defesa recrutaram homens e mulheres que alegaram ter capacidades de percepção extra-sensorial (ESP) para ajudar a descobrir segredos da inteligência militar e nacional.
Em 2017 a CIA desclassificou cerca de 12 milhões de páginas de registros que revelaram detalhes até então desconhecidos sobre o programa que eventualmente se tornaria conhecido como Projeto Stargate. Videntes conhecidos como "espectadores remotos" participaram de várias operações, desde localizar reféns sequestrados por grupos terroristas islâmicos até rastrear os caminhos de criminosos fugitivos nos Estados Unidos.

O mais surpreendente de tudo porém os documentos desclassificados mostraram que os analistas da CIA queriam testar as habilidades de Uri Geller na área de "projeção mental" e seu possível uso para segurança nacional. Geller foi fundamental na investigação do governo dos Estados Unidos sobre PES e psicocinese. Até mesmo Geller participou de uma série de testes classificados de psicocinese em um laboratório em Livermore, Califórnia, onde cientistas estavam desenvolvendo ogivas nucleares avançadas, sistemas de laser e outras tecnologias de armas emergentes.

Agora a nova tecnologia nos mostra que o Pentágono sempre esteve em busca da arma definitiva : prever o futuro. O que nos resta saber é quais implicações esse sistema terá em nosso dia a dia. Parece que outra visão de Philip K. Dick está se tornando realidade.

Eles usarão a tecnologia de previsão do futuro contra a população?
Mais um post by: UFOS ONLINE

                                                    Veja os Vídeos Abaixo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário