1b

Bolivia TRINIDAD catalunia Angola portorico dominica Chile México India Israel malasia noruega Australia Mozambique colombia Equador Camboya Bulgaria Romenia Costa Guatemala Polonia Lanka Suiza Vietnam Panama Finlandia Belgica Tailandia Bhutan San Domingo Peru

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Estamos Próximos? Astrônomos encontram local de onde vêm ‘Sinais da Vida Extraterrestre’

Pela primeira vez em toda a história, a equipe de astrônomos identificaram um local onde tem origem uma rajada rápida de rádio (FRB, na sigla em inglês) que anteriormente foi considerado como sinais da vida extraterrestre, informou o jornal científico Nature.

A FRB descoberta é uma explosão de ondas de rádio que saem de uma outra galáxia que fica a uma distância de 6 bilhões de anos-luz e duram alguns milissegundos no céu.
A FRB é algo semelhante ao Sol porque lança energia para o espaço em forma de ondas de rádio. A diferença entre a FRB e o Sol é a quantidade de energia liberada. A FRB solta a mesma quantidade de ondas de rádio por alguns milissegundos que o Sol lança durante alguns dias.
Anteriormente, quando os astrônomos sabiam menos sobre a FRB, alguns deles afirmavam que estas ondas de rádio eram sinais enviados por civilizações extraterrestres de galáxias mais distantes. Depois de alguns descobrimentos astrônomos concluíram que são um fenômeno sideral e não sinal de alienígenas.
A FRB foi identificada graças ao Telescópio Parks Radio, que fica na Austrália. A descoberta foi feita no Instituo Nacional Italiano para Astrofísicas (INAF) por uma equipe internacional de cientistas.
“<…> foi lançado um aviso internacional e vários telescópios por todo o globo foram envolvidos na busca dos ‘resultados’ daquele sinal”, disse Evan Keane, um dos atores do relatório que descreve o descobrimento, informou a revista científica Astronomy Now.

Entretanto, o descobrimento é somente uma gota no oceano do que ainda não sabemos sobre o Universo. A FRB abre uma nova página em pesquisas do espaço, afirmou Andrea Possenti, um dos cientistas envolvidos no projeto.
No momento atual, astrônomos dizem que o Universo é composto de energia escura por 70%, de matéria escura por 25% e de matéria ordinária por 5% que é tudo que podemos ver. Astrônomos descobriram somente uma metade de matéria ordinária, o resto é desconhecido. É por isso que não podemos estar 100% seguros de que em um canto muito distante do Universo não existam extraterrestres.
Mais um post by: UFOS ONLINE

Nenhum comentário:

Postar um comentário