1b

1

sábado, 31 de março de 2018

Confissão da NASA: cidadãos americanos estão sendo "Pulverizados" com lítio e outros produtos químicos por via aérea

Tem havido muita conversa sobre chemtrails, e muitos acreditam que o governo nos EUA está fazendo algo, enquanto outros estão mais céticos não acreditam. No entanto, as coisas ficaram mais claras quando um vídeo mostrando um funcionário da NASA admitindo que o lítio foi pulverizado na atmosfera.

O traçador de vapor é injetado na atmosfera superior do planeta
O vídeo mostra uma mulher conversando com um funcionário da NASA que admite que o lítio foi usado no ar. No entanto, ao invés de tentar conter este vídeo, a NASA publicou posts sobre isso em seu site.
Qualquer pessoa que tenha seguido o Awareness Act saberá tudo sobre chemtrails, mas estamos falando de algo que é um pouco diferente, traçador de vapor. Isso é algo que é injetado na parte superior da atmosfera para que possamos entender melhor o planeta. Dependendo do tipo de vapor que está sendo dispersado, as nuvens de vapor podem ter cores diferentes. As nuvens que incluem lítio acendem em vermelho durante a noite e podem ser vistas durante o dia como faixas estreitas e brilhantes. Tudo o que é necessário para ver isso é um filtro infravermelho.

NASA diz que traçadores de vapor não causam danos às pessoas
Existem outros vapores liberados, e estes incluem bário e trimetil-alumínio. A NASA tem dito continuamente que eles não prejudicam a população e que as pessoas não sofrem nenhum efeito. No entanto, há muitas pessoas por aí que não acreditam que isso seja verdade. O funcionário da NASA é Douglas Rowland, um astrofísico do Centro de Voo Espacial Goddard da NASA. Ele trabalhou em muitas áreas diferentes de pesquisa e uma área é a magnetosfera, ionosfera e termosfera da Terra. Através de seu trabalho, ele mais do que provavelmente entra em contato com os traçadores.


NASA ilumina o céu com traçadores
Os traçadores são encontrados mais altos na atmosfera do que os chemtrails. Olhando para o site da NASA, há um artigo que cobre uma instância de 2013, que fala sobre duas trilhas de vapor de lítio e diz que a NASA criaria mais trilhas, já que tinha mais duas missões naquele ano. Há artigos na internet que cobrem os traçadores e o fato de que a NASA iluminou o céu. Muitas pessoas não dão muita atenção ao que está causando o céu para iluminar, apesar do fato de que isso está acontecendo bem diante de seus olhos.
Tem havido muitos casos de traçadores sendo liberados na atmosfera e isso é algo que vem acontecendo há muito tempo. É algo que vem ocorrendo desde a década de 1950 e não é algo que vai parar a qualquer momento em breve. Uma das principais preocupações é que alguns dos vapores possam voltar e afetar as pessoas. O lítio é um medicamento tomado por pessoas que têm transtorno bipolar, juntamente com outras condições.

Voo de teste de termite de lítio
Afeta diferentes pessoas de maneira diferente, e alguns dos efeitos não são bons. Existe algo chamado Voo de Teste de Termite de Lítio, e isto liberou o Vapor de Lítio para que novas caixas possam ser testadas. Isso aconteceu mais de uma vez.

O objetivo era testar o carregamento de latas de lítio que seriam transportadas nas missões Kudeki e Pafaff em abril de 2013 e junho de 2013. Os testes também verificaram a funcionalidade do lançamento do foguete e testaram as condições de voo espacial. Os resultados do experimento foram que os dados do termistor pareciam ser nominais. Houve um relatório que foi bom a partir de uma plataforma óptica de vídeo transportada pelo ar que foi gravada e nuvens de lítio também podem ser vistas por observações terrestres.

Cidades brasileiras podem estar sendo envenenadas:
                                                  Para Ampliar clique na Imagem acima.

A discussão sobre a possível existência de “trilhas químicas” nos céus das cidades brasileiras começa já é debatida por grupos preocupados com o assunto. Nesta terça-feira (26), um avião foi flagrado no espaço aéreo de Rio Claro liberando a típica fumaça no céu da região central.
Ao ver as fotos capturadas em Rio Claro, o catarinense Oberon de Mello, um dos principais estudiosos do assunto no Brasil, afirma veementemente: “Com certeza são chemtrails” (trilhas químicas, em inglês). Para Odebron, essas trilhas são, na verdade, parte de um plano secreto de governos ao redor do mundo. “Essas aeronaves pulverizariam agentes biológicos a altas atitudes, por motivos desconhecidos”, declara. A teoria mais aceita pelos envolvidos no assunto, é de uma tentativa dos governos em modificar o clima do planeta.
Diferença entre trilhas químicas e trilhas de condensação
Os adeptos da teoria indicam claras diferenças entre as trilhas químicas e as trilhas de condensação (essas seriam comuns e formadas pelo calor das turbinas na atmosfera gelada). Alguns artigos alertam que as aeronaves mais modernas já contam com sistemas em seus motores que impediriam a formação do vapor resultante da condensação.
Além das trilhas, nossa equipe registrou outra aeronave, que aparentava estar próxima ao primeiro avião. Em nota, a Assessoria de Imprensa da FAB declarou: “devido à excelente visibilidade e contraste que a condição metereológica do momento proporcionou, há a impressão de proximidade em linha de visada, o que não ocorre de fato, devido à defasagem em altitude, de acordo com as regras de tráfego aéreo previstas”. A nota também diz que, assim como em uma estrada, podem ocorrer ilusões de ótica ao observar-se aerovias.
Já para o estudioso catarinense, a presença de outra aeronave nas imagens não surpreende. “Eles sempre atacam em bando, pois uma trilha só, pode parecer pouco, mas muitas trilhas juntas formam nuvens artificiais que despejam os agentes tóxicos”, argumenta.
O Engenheiro Aeronáutico Lourenço Campos, formado pela UNITAU, diz que a formação de trilhas de condensação (as que não são tóxicas) ainda existe. “Isso ainda é realidade nas aeronaves modernas, pois trata-se de um processo físico”. Entretanto, Campos não pôde garantir que a fumaça registrada nas fotos seja formada por trilhas de condensação. “Me estranha o fato de, aparentemente, a fumaça não estar saindo das turbinas”, salientou.
Com toda a polêmica criada pelas teorias sobre as trilhas, até a Força Aérea Americana se posicionou. “Essa teoria é um embuste que tem sido investigado e refutado por muitas universidades credenciadas, organizações científicas e publicações de mídia”, declarou o órgão do governo americano.
Já para o catarinense Oberon, esse seria só o início de uma série de eventos de ordem global. “Estudo a geoengenharia desde 2011, quando começaram os ataques no Brasil, e posso afirmar que existe muita coisa por detrás disso. É só a ponta do iceberg”.(fonte)

Há muitas pessoas que não se preocupam com coisas como esta acontecendo, mas é algo que todos deveriam se preocupar. Independentemente de serem usados ​​rastreadores, chemtrails ou injeções de aerossol, isso afetará as pessoas, independentemente de a NASA admitir ou não. 
Mais um post by: UFOS ONLINE

                                                      Veja os Vídeos Abaixo:



Nenhum comentário:

Postar um comentário