1b

Bolivia TRINIDAD catalunia Angola portorico dominica Chile México India Israel malasia noruega Australia Mozambique colombia Equador Camboya Bulgaria Romenia Costa Guatemala Polonia Lanka Suiza Vietnam Panama Finlandia Belgica Tailandia Bhutan San Domingo Peru

domingo, 2 de julho de 2017

SAGA na Antártida Continua - "Anjos Caídos Presos" | Enoch | Nephilim

Um paraíso já tropical a Antártida agora está coberta por uma enorme camada de gelo abrangendo 98% de sua superfície. Uma vez que foi redescoberta em 1911 essa massa terrestre mais ao sul tornou-se um tema de intriga em todo o mundo, com as superpotências mundiais mostrando um desejo sem precedentes de preservar essa terra desolada.
Um ano após o mapeamento detalhado chinês da região em 2005, cientistas da NASA anunciaram que seus satélites detectaram uma enorme anomalia eletromagnética enterrada sob a camada congelada de gelo.
Preservado sob a região Antártica de Wilkes Land, a "anomalia de gravidade", tal como foi apelidada, se estende por cerca de 151 milhas abaixo do gelo e tem uma profundidade de cerca de 2.800 pés (848 metros). Até agora, a melhor hipótese científica que foi apresentada é que um objeto colossal, muito provavelmente um meteorito dobro do tamanho daquele que havia dizimado os dinossauros há milhões de anos atrás da face da terra, está enterrado em uma cratera de 300 milhas de largura.
LIVRO DE ENOQUE:
Então disse-me Uriel "Aqui é o lugar onde ficarão os Anjos que se misturaram com as mulheres, como também os seus Espíritos, que assumem formas variadas e que corrompem os homens. Também seduzem a estes, fazendo-os prestar culto aos demônios como se fossem deuses. Aqui eles ficarão até o grande dia do Juízo, quando serão sentenciados à aniquilação completa"
Estariam ali enterrados e presos os Anjos caídos?
Obs: No vídeo abaixo ative a legenda com tradução.
Mais um post by: UFOS ONLINE

                                               Veja o Vídeo Abaixo:


                                          Fonte:Matrix World Disclosure

Nenhum comentário:

Postar um comentário