1b

Bolivia TRINIDAD catalunia Angola portorico dominica Chile México India Israel malasia noruega Australia Mozambique colombia Equador Camboya Bulgaria Romenia Costa Guatemala Polonia Lanka Suiza Vietnam Panama Finlandia Belgica Tailandia Bhutan San Domingo Peru

terça-feira, 14 de junho de 2016

Hillary quer Chamar a Atenção Prometendo Abrir os Arquivos sobre EXTRATERRESTRES!!

Nos Estados Unidos, a última pesquisa divulgada sobre a corrida à Casa Branca, mostra a candidata democrata à Presidência, Hillary Clinton, com 11 pontos de vantagem sobre o candidato republicano, Donald Trump.
Hillary Clinton aparece com 46% das intenções de voto. Donald Trump, com 34,8%. Outros 19,2% não responderam ou disseram que não vão votar. A pesquisa ouviu 1.276 pessoas entre segunda (6) e sexta-feira (10) e tem margem de erro de 3,2 pontos percentuais.
Em julho, democratas e republicanos vão realizar convenções para confirmar os nomes de Hillary e Trump na eleição presidencial de 8 de novembro.

Na briga entre Hillary Clinton e Donald Trump pela Presidência dos Estados Unidos começou a fase crítica: a de definir os focos da campanha.
Hillary quer chamar a atenção prometendo abrir os arquivos sobre extraterrestres.
Seis em cada dez americanos não acreditam neles. Mas os ETs, quem diria, invadiram a campanha. E quem puxa a conversa é a favorita: a super-racional Hillary Clinton.
Em 1993, um tablóide publicou de brincadeira a notícia de que ela tinha adotado um bebê alienígena. Agora, Hillary fala sério.
Diz que quer abrir os arquivos do governo sobre extraterrestres: "Tem tanta história, não acho que todo mundo esteja inventando".
Um dos alvos é a chamada Área 51. A base militar no deserto de Nevada seria, segundo os ufólogos, um centro de pesquisa sobre discos voadores e alienígenas.
Hillary prometeu tornar público "o máximo de informação possível". E vem sendo chamada de a candidata ET.
O incentivo vem do coordenador da campanha, o advogado John Podesta, que foi conselheiro de Bill Clinton e Barack Obama, e disse que sua maior frustração foi não liberar os arquivos sobre OVNIs.
Uma das polêmicas é o chamado Caso Roswell, de 1947, no Novo México.
Para os ufólogos, foi um acidente com naves espaciais guiadas por ETs. Para o governo, a queda de um balão meteorológico.
Em 2016, Obama disse numa entrevista: “Nós ainda não fizemos contato direto com alienígenas”.
A existência ou não de extraterrestres é uma dúvida que se arrasta há décadas, que alimenta teorias da conspiração e esbarra sempre nas negativas oficiais. Mas, agora, tem gente achando que o governo vai revelar que não estamos sozinhos no universo.
"Muita gente no Pentágono, na CIA, na Casa Branca, no Congresso sabe disso e só não fala porque existe um embargo em nome da segurança nacional. Quando os documentos forem liberados, o mundo vai ser totalmente diferente. Podemos ter contato formal com os ETs em dois anos", diz o físico e ativista Stephen Bassett.
Durante a Guerra Fria com a União Soviética, o então presidente Ronald Reagan disse: "Nossas diferenças desapareceriam rapidamente se enfrentássemos uma ameaça extraterrestre".

Coincidência ou não, será lançado em julho o filme "Independence Day 2, o ressurgimento", uma história sobre invasão alienígena em que o presidente dos Estados Unidos é uma mulher.
Mas, antes, Hillary precisa vencer um terráqueo: o republicano Donald Trump, que transformou essa campanha numa coisa de outro mundo.
Fonte:http://g1.globo.com 
Mais um post by: UFOS ONLINE

                                              Veja o Vídeo Abaixo:



                                             Fonte:canal do Incorreto

Nenhum comentário:

Postar um comentário