1b

Bolivia TRINIDAD catalunia Angola portorico dominica Chile México India Israel malasia noruega Australia Mozambique colombia Equador Camboya Bulgaria Romenia Costa Guatemala Polonia Lanka Suiza Vietnam Panama Finlandia Belgica Tailandia Bhutan San Domingo Peru

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

DESCOBERTA EM MARTE: Curiosity Rover Recolhe Indícios de Vida EXTRATERRESTRE

Imagem Meramente Ilustrativa

A sonda Curiosity detetou flutuações nos níveis de metano em Marte que não podem ser explicadas facilmente por motivos geológicos. Uma das teorias é de que estas flutuações indiciam a existência de vida no planeta vermelho.
Também a justificação de que o metano possa ter sido trazido por outros cometas ou asteroides para Marte não é suficiente para os investigadores. «Por termos encontrado metano na atmosfera de Marte, não significa que tenhamos encontrado provas de vida em Marte, mas essa é uma das poucas hipóteses que estamos a considerar», afirmou John Grotzinger, um dos cientistas da missão Curiosity, citado pelo The Guardian.
Os sensores da Curiosity detetaram um aumento de dez vezes do nível de metano na atmosfera em determinados momentos. Os investigadores acreditam que o gás possa estar a ser expelido por algum organismo vivo. Uma fonte biológica, como um organismo vivo, ou uma fonte não biológica, como a interação entre água e as rochas, são as duas explicações possíveis para as oscilações nos níveis de metano. O metano na Terra é produzido maioritariamente por organismos vivos, mas existem várias outras origens possíveis.
Durante quatro medições sequenciais, a Curiosity registou valores como 0,69 ppbv (de parts per billion by volume) até 7,2 ppbv. As diferenças foram notadas em intervalos de 200 a 300 metros, durante um quilómetro, ao fim do qual desaparecem completamente os vestígios de metano.
Click na Imagem para Ampliar

A sonda detetou estas variações numa região conhecida por cratera Gale e que está a ser explorada desde agosto de 2012. Também nesta zona foram encontrados vestígios de água, o que ajuda a construir a teoria de que o local possa ter albergado vida há milhões de anos. Sabe-se que  a cratera terá sido formada há cinco mil milhões de anos, fruto de uma colisão de um meteoro gigante com Marte.
Fonte:http://exameinformatica.sapo.pt  
2° vídeo ative a tradução
Mais um post by: UFOS ONLINE

                                              Veja os Vídeos Abaixo:


                                          Fonte:Paranormal Crucible


                                           Fonte:Dahboo777

Um comentário:

  1. Legal !!!
    Pois, realmente acredito que tenha existido vida em Marte.
    O problema é que a NASA sempre se recusa a dar explicações verídicas sobre o assunto, então nós ficamos indecisos se há ou não há vestígios de vida em outros planetas.
    Mas, à respeito de dizerem que a Mars Rover Curiosity fotografou um suposto crânio de humanoide em Marte, isto aí eu já desconfio um pouco, pois a Nasa pode muito bem ter feito uma modificação nas fotos.
    Claro, que se houve vida em Marte, seja vida humana ou alienígena, devem conter restos mortais lá, mas só que com o passar do tempo, estes restos acabam se deteriorando facilmente e desaparecem rapidamente.
    Se realmente houve ou ainda há vida em Marte, provavelmente os seres que viveram lá e morreram, já não existem mais os seus restos mortais, porque com a corrosão do tempo se desfaz logo.

    ResponderExcluir