1b

Bolivia TRINIDAD catalunia Angola portorico dominica Chile México India Israel malasia noruega Australia Mozambique colombia Equador Camboya Bulgaria Romenia Costa Guatemala Polonia Lanka Suiza Vietnam Panama Finlandia Belgica Tailandia Bhutan San Domingo Peru

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

BRASIL - Queda de UFO? Ou Lixo Espacial em Mato Grosso do Sul ?

Brilho visto no céu de MS trata-se de lixo espacial, explica especialista

Evento foi visto na madrugada deste domingo em regiões de Mato Grosso do Sul, Brasil.
O brilho registrado na madrugada deste domingo (28) no céu de Mato Grosso do Sul não foi uma chuva de meteoros, como foi denominado por muitos. "Trata-se de lixo espacial", explica o estudioso em astronomia e administrador da página "Astronomia Dourados" no Facebook, Douglas Bortolanza Lara.
Evento no céu atrai atenção - Foto: Marcos Paiva/Reprodução/Facebook

Diferente da chuva de meteoros que trata-se de um fenômeno natural proveniente de materiais que se desprendem de cometas, o lixo espacial é material criado na Terra e lançado no espaço que reentra na órbita terrestre como, por exemplo, pedaço de foguete ou satélite. "A diferença é que o lixo espacial cai em velocidade menor e, portanto, fica mais tempo visível", detalha.
O especialista explica que um fragmento quando está no espaço é chamado de meteoróide, que passa a ser chamado de meteoro quando entra na atmosfera terrestre e meteorito quando cai em solo. O possível detrito espacial (lixo espacial) que foi observado nesta madrugada durou pouco mais de 50 segundos, enquanto meteoros pequenos meteoros das chuvas de meteoros "geralmente" duram 3 segundos, 1 segundo ou menos (as chamadas estrelas cadentes).
O brilho do lixo espacial é explicado pois o material, provavelmente pedaço de foguete, pega fogo ao entrar na atmosfera (por vários fatores como atrito e variação de pressão). O brilho pode ser visto a um raio de centenas de quilômetros. Segundo Douglas, o material vai perdendo altitude orbital e quando está na mesosfera (camada da atmosfera a aproximadamente 85 km de altitude) começa a se desintegrar. (um avião comercial alcança altura de cerca de 10 km) e há relatos de ter sido visto na região de Jardim, Grande Dourados, Ponta Porã (fronteira com o Paraguai), Maracaju e Campo Grande. Existe a possibilidade de pedaços maiores não se desintegrar totalmente e atingir o solo.
Por volta das 2h deste domingo (28), vários registros foram feitos por moradores de várias cidades de Mato Grosso do Sul. Confira abaixo uma galeria de imagens e vídeos postados nas redes sociais:
Vídeo enviado pelo leitor Diego Alves (registrado em Campo Grande)

Conclusão: Ufólogo Ricardo
Não me parece um Lixo espacial e sim a queda de um UFO na região, note o núcleo deste objeto no inicio do vídeo, onde ele desprende pedaços, realmente muito estranho, mas não aceito esta de Lixo Espacial.
Veja no próprio relato do especialista abaixo:
O brilho do lixo espacial é explicado pois o material, provavelmente pedaço de foguete, pega fogo ao entrar na atmosfera (por vários fatores como atrito e variação de pressão).
Ainda fala:possível detrito espacial (lixo espacial) que foi observado nesta madrugada durou pouco mais de 50 segundos?
Por que o possível? ou é Lixo espacial ou não é...
Como o especialista pode distinguir pedaço de foguete de pedaços de um UFO?
Acho um pouco provável esta analise do especialista, pois não teve analise do objeto em mãos para constatar se o material era de origem de nosso planeta terra, ou não.
Tire você mesmo as suas próprias conclusões.
Mais um post by: UFOS ONLINE

                                             Veja os Vídeos Abaixo:


                                               Fonte:CorreioEstado


                                             Fonte:BIRJA

5 comentários:

  1. Bem, segundo Douglas, estudioso em astronomia, este evento seria Lixo Espacial. Entretanto não foi mencionado que lixo é, se é fragmento de satélite ou de foguete. O sr. Douglas "supõe" que seja lixo espacial. Como não se identificou, até então, o material desta queda em MS, a denominação atual é UFO (ou OVNI).

    ResponderExcluir
  2. E lixo espacial caiu em santa barbara do oeste ms

    ResponderExcluir
  3. Moro no Rio Grande do Norte, na cidade de Caicó ( cerca de 280KM de Natal ) e foi possivel ver o corrido. Seria mesmo lixo espacial ? Qual seria o tamanho disso para poder ser visualizado em tantos locais assim em pontos distantes ?

    ResponderExcluir
  4. Provavelmente, pode ser um UFO se desintegrando no ar e não lixo espacial, nada a ver.
    O que acontece, é que estes cientistas não querem relatar a verdade ocorrida então, eles vêm com mil e uma desculpas para enganar-nos, só não vê, quem não quer ver.

    ResponderExcluir