1b

Bolivia TRINIDAD catalunia Angola portorico dominica Chile México India Israel malasia noruega Australia Mozambique colombia Equador Camboya Bulgaria Romenia Costa Guatemala Polonia Lanka Suiza Vietnam Panama Finlandia Belgica Tailandia Bhutan San Domingo Peru

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Governo em Comunicação com Aliens diz Documento Top Secret

Steven M. Greer MD, fundador e diretor do Projeto de Divulgação, tem um documento informativo Projeto Aquarius lançado que foi recebido no e-mail pelo projeto divulgação. 
As informações contidas neste documento é TOP SECRET  com Orcon. {Só o autor pode liberar as informações} 
Só MJ12 tem acesso a Projeto Aquarius. Nenhum outro órgão do governo, para incluir o militar, tem acesso às informações contidas nesta reunião. Há apenas duas cópias do Projeto Aquarius e a localização é conhecida apenas MJ12. Este documento será destruído após o briefing. Não há notas, fotografias ou gravações de áudio, pode ser feita desta reunião.

PROJETO AQUARIUS c ontains 16 volumes de informação documentada recolhidos desde o início dos Estados Unidos Investigação de Objetos Voadores Não Identificados {} UFOs e Ofícios extraterrestres identificadas {} IAC. O projeto foi originalmente criado em 1953, por ordem do presidente Eisenhower, sob o controle do NSC e MJ12.
Em 1966, o nome do projeto foi alterado de Projeto Gleem ao Projeto Aquarius. 
O projeto foi financiado pela CIA fundos confidenciais {} não apropriados. O projeto foi originalmente classificados como secretos, mas foi atualizado para a sua classificação atual em dezembro de 1969, após o Projeto Livro Azul foi encerrada. O objetivo do Projeto Aquarius era recolher tudo, informações médicas e de inteligência científica e tecnológica de avistamentos e contatos com formas de vida alienígenas UFO / IAC. Este arquivo ordenado de informações coletadas foi utilizado para fazer avançar o programa espacial dos Estados Unidos. 
O briefing processo é um relato histórico da investigação do Governo dos Estados Unidos de Fenômenos Aéreos, recuperado Aircraft estrangeiro e contatos com formas de vida extraterrestre.
Em junho 1947, um piloto civil voando sobre as montanhas Cascade do Estado de Washington observou nove discos voadores, {mais tarde conhecidas como UFOs}. O Comandante, Ar Técnico Centro de Inteligência da então Força Aérea do Exército, ficou preocupado e ordenou um inquérito. Este foi o início do envolvimento dos Estados Unidos com as investigações de UFOs. Em 1947, uma aeronave de origem extraterrestre, caiu no deserto do Novo México. A nave foi recuperado pelos militares. 


Quatro estrangeiro {não homo-sapiens} corpos foram recuperados em meio aos destroços. Os extraterrestres foram encontrados para ser criaturas não relacionadas com os seres humanos {Atch 1}. No final de 1949, outra aeronave extraterrestre caiu  nos Estados Unidos e foi recuperada parcialmente intacta pelos militares. Um estrangeiro de origem extraterrestre sobreviveu ao acidente. 
The Alien sobreviver era do sexo masculino e chamava-se "EBE". O estrangeiro foi exaustivamente interrogado por funcionários de inteligência militar em uma base no Novo México. A linguagem do estrangeiro foi traduzido por meio de picturegraphs. Soube-se o estrangeiro veio de um planeta no sistema estelar Zeta Riticuli, aproximadamente 40 anos-luz da Terra. 
EBE viveu até 18 de junho, 1952, quando ele morreu de uma doença inexplicável. Durante o período de tempo EBE estava vivo, ele forneceu informações valiosas sobre tecnologia espacial, a origem do Universo e assuntos exobiológica. 
A recuperação de aeronaves extraterrestres levam os Estados Unidos em um amplo programa de investigação para determinar se esses estrangeiros representavam uma ameaça direta à nossa segurança nacional. Em 1947, a Força Aérea recém-criado iniciou um programa para investigar incidentes envolvendo UFOs. O programa foi operado sob três nomes de código diferentes: Rancor, sinal e finalmente Blue Book. 


A missão original do programa da Força Aérea era coletar e analisar todos os avistamentos ou incidentes envolvendo UFOs relatados e determinar se a informação poderia ser interrompido como tendo qualquer relação com a segurança dos Estados Unidos. Algumas informações foram avaliados com a idéia de usar os dados obtidos para avançar a nossa própria tecnologia espacial e os programas espaciais futuras. 90 por cento dos cerca de 12.000 relatórios analisados ​​pela Força Aérea foram consideradas fraudes, explicou fenômenos aéreos ou objetos astronômicos naturais. Os outros 10 por cento foram considerados avistamentos e / ou incidentes estrangeiro legítimos. 
No entanto, nem todos os avistamentos de OVNIs ou incidentes foram relatados no âmbito do programa da Força Aérea. Em 1953, o Projeto Gleem foi iniciado por ordem do presidente Eisenhower, que acreditava que os OVNIs apresentou uma ameaça para a segurança nacional dos Estados Unidos. Projeto Gleem, que se tornou Projeto Aquarius em 1966 foi um relato paralelo para avistamentos e incidentes de UFOs.
Relatos recolhidos no âmbito do Projeto Aquarius foram consideradas avistamentos reais de aeronaves estrangeiras ou de contacto com formas de vida alienígenas. A maioria dos relatos foram feitos por militares do Departamento de Defesa e pessoal civil de confiança.
Em 1958, os Estados Unidos recuperaram um terceiro avião estrangeiro a partir do deserto de Utah. A aeronave estava em excelentes condições de vôo. A aeronave foi aparentemente abandonado pelos Aliens, por alguma razão inexplicável, uma vez que não formas de vida alienígenas foram encontrados dentro ou ao redor da aeronave. A aeronave foi considerado uma maravilha tecnológica por cientistas dos Estados Unidos. No entanto, as instrumentações de operação da aeronave eram tão complexos que os nossos cientistas não conseguiram interromper a sua operação. A aeronave foi armazenado em uma área de segurança máxima e analisadas ao longo dos anos pelos nossos melhores cientistas aeroespaciais. Os Estados Unidos ganhou um grande volume de dados tecnológicos da aeronave Estrangeiro recuperado.
Uma descrição completa e mais informações sobre a aeronave é explicado em Atch 3.
Várias investigações científicas independentes a pedido da Força Aérea e CIA, tiveram início durante a era do Projeto Livro Azul. MJ12 decidiu que oficialmente, a Força Aérea deve terminar sua investigação de UFOs.
Esta decisão foi obtida durante a reunião ____ {4} Atch em 1966. A razão era dupla. Em primeiro lugar, os Estados Unidos haviam estabelecido comunicação com os estrangeiros. Os Estados Unidos sentiram relativamente certeza de que a exploração de Estrangeiros de terra era não agressivo e não-hostil. Também foi estabelecido que a presença Aliens não ameaçava diretamente a segurança dos Estados Unidos. Em segundo lugar, o público estava começando a acreditar que os UFOs eram reais. O NSC sentiu esse sentimento público poderia levar a um pânico em todo o país. Os Estados Unidos estavam envolvidos em vários projetos sensíveis durante este período de tempo. Considerou-se que a consciência pública desses projetos teria comprometido o futuro programa espacial dos Estados Unidos.
Portanto, MJ12 decidiu que um estudo científico independente dos fenômenos UFO seria necessário para satisfazer a curiosidade do público. O estudo final oficial do UFO fenômenos foi realizado pela Universidade do Colorado, sob contrato da Força Aérea O estudo concluiu que não existiam dados suficientes que indiquem UFOs ameaçou a segurança dos Estados Unidos. A conclusão final satisfez o governo e permitiu que a Força Aérea para a etapa oficialmente fora do negócio UFO investigar
Quando a Força Aérea encerrou oficialmente o Projeto Livro Azul em dezembro de 1969, o Projeto Aquarius continuou operação sob o controle do NSC/MJ12. O NSC sentiu investigações de avistamentos UFO e incidentes tiveram de continuar em segredo, sem qualquer conhecimento público. O raciocínio por trás da decisão foi o seguinte: se a Força Aérea continuou a sua investigação de OVNIs, eventualmente, alguns funcionários civis não liquidados e unbriefed da Força Aérea ou do Departamento de Defesa obteria os fatos por trás Projeto Aquarius. Obviamente {por razões de segurança operacional} isso pode não ser permitido. A fim de continuar a investigação de avistamentos e incidentes em sigilo UFO, investigadores da CIA / DCD e MJ12 foram designados para as agências governamentais e militares de outras com ordens para investigar todos os avistamentos e incidentes legítimos UFO / IAC. 
Estes agentes são actualmente a operar em vários locais em todo os Estados Unidos e Canadá. Todos os relatórios são filtrados direta ou indiretamente para MJ12. Esses agentes estão recolhendo relatos de avistamentos e incidentes que ocorrem em ou perto de instalações governamentais sensíveis UFO / IAC. {NOTA: Aliens têm sido extremamente interessado em nossas armas nucleares e investigação nuclear. Muitos avistamentos e incidentes militares relataram ocorrer sobre bases de armas nucleares. O interesse do estrangeiro em nossas armas nucleares só pode ser atribuído à futura ameaça de uma guerra nuclear na Terra. A Força Aérea iniciaram medidas para garantir a segurança das armas nucleares contra roubo de Estrangeiro ou destruição}. MJ12 se sente confiante de Estrangeiros estão em uma exploração do nosso sistema solar para fins pacíficos.
No entanto, devemos continuar a observar e acompanhar o movimento Aliens até que seja determinado que os planos futuros da Estrangeiro conter nenhuma ameaça à nossa segurança nacional ou a civilização da Terra.
A maioria dos documentos governamentais relativas aos avistamentos de UFOs, incidentes e as políticas governamentais, incluindo o Projeto Livro Azul, foram liberados para o público sob FOIA ou em vários outros programas de libertação. MJ12 sentiu os restantes documentos e informações {não relacionadas com o Projeto Aquarius} relacionadas a fatos tecnológicos sobre Aliens assuntos médicos, o fato de que um estrangeiro foi capturado vivo e sobreviveu por três anos sob sigilo, não pode ser liberado para o público, por medo da informação que ser obtido por SHIS. Houve outras informações obtidas a partir de EBE que foi considerada sensível e não destacável para o público.
Notavelmente, Projeto Aquarius Volume IX, que pertence ao traçar a primeira Visitação de terra Aliens de volta cerca de 5.000 anos. EBE relatou que há 2.000 anos seus ancestrais plantaram uma criatura humana sobre a terra para ajudar os habitantes da Terra no desenvolvimento de uma civilização. Esta informação só foi vago e a identidade exacta ou informações básicas sobre este homo-sapiens não foi obtida. Undoubtfully, se esta informação foi lançado para o público, que causaria um pânico religiosa em todo o mundo. 
MJ3 desenvolveu um plano que irá permitir a liberação do Projeto Aquarius, Volumes I através Ill. O programa de lançamento exige uma liberação gradual de informações ao longo de um período de tempo, a fim de condicionar o público para divulgações futuras. Atch 5 deste coletiva contém certas guidlines para futuros lançamentos públicos.
No relatório de 1976 MJ3 {Atch 6}, estimou-se a tecnologia do extraterrestres foi há muitos milhares de anos à frente da tecnologia dos Estados Unidos. Nossos cientistas especulam que até a nossa tecnologia se desenvolve para um nível igual aos extraterrestres, não podemos compreender o grande volume de informações científicas dos Estados Unidos já adquirida com os Aliens. Este avanço da tecnologia Estados Unidos pode levar muitas centenas de anos.
Originalmente estabelecida em 1949. Sua missão era recolher e avaliar informações médicas do sobrevivente Aliens criatura e os corpos de alienígenas recuperados. Este Projecto exame médico EBE e desde que os Estados Unidos pesquisadores médicos com certas respostas para a teoria da evolução. {Terminado em 1974}.
Novos documentos sobre MJ12 e Projeto Aquarius apareceu!! 2014 UFO / ALIEN Divulgação
Mais um post by: UFOS ONLINE

                                         Veja o Vídeo Abaixo:


                                                Fonte:dietrich rinnerthaler·

Nenhum comentário:

Postar um comentário