1b

Bolivia TRINIDAD catalunia Angola portorico dominica Chile México India Israel malasia noruega Australia Mozambique colombia Equador Camboya Bulgaria Romenia Costa Guatemala Polonia Lanka Suiza Vietnam Panama Finlandia Belgica Tailandia Bhutan San Domingo Peru

sábado, 13 de abril de 2013

Russos irão realizar Viagens Interplanetarias com Nave Espacial Nuclear

Engenheiros russos estão projetando uma nave espacial com um motor de foguete nuclear.
 Vôo interplanetário, de acordo com a Agência Espacial Federal Russa (Roscosmos).
Um motor de foguete nuclear abre novas perspectivas para a exploração espacial, insiste o chefe da Roscosmos, Vladimir Popovkin. Como um exemplo do poder do novo motor, dizendo que  a Estação Espacial Internacional (ISS) trabalha com painéis fotovoltaicos cerca de 100 quilowatts de potência. Mas a  ISS está em órbita baixa da Terra, se a mesma tecnologia usada para impulsionar um vôo a Marte exigiria painéis solares com uma área equivalente a dezenas de campos de futebol. O novo projeto visa a criação de um motor de foguete russo sem análogos no mundo, com uma capacidade de 1.000 kilowatts. Propulsão vontade electrorreactiva e pode ser usado tanto em rebocadores espaço como plataformas multifuncionais e naves espaciais interplanetárias, Popovkin disse, conforme registrado pelo RG jornal russo. Uma das opções já considerando combustível peritos russo é usado como  xénon puro aquecido a temperaturas muito elevadas, o que daria um impulso específico de cerca de 20 vezes maior do que os motores químicos. Neste momento, ainda existe uma concepção reator última respectiva nuclear, mas foi decidido que o sistema de refrigeração vai escorrer. Detalhes Popovkin que já testados a eficiência teórica deste método na Terra e que o próximo ano que têm que experimentar com ele na ISS para ver se ele pode ser utilizado também no espaço. Ele se destina a produzir o primeiro protótipo do motor de foguete nuclear, com 250 quilowatts de energia, até 2018. O vôo-ainda-um teste primeiro e inovador, nave não tripulado está prevista para 2018 anos.

                                             Veja o Vídeo Abaixo:


                                             Fonte:Documentários Pires.

Nenhum comentário:

Postar um comentário